QUEM SOMOS

Somos uma empresa que primazia o compromisso e a responsabilidade em seus processos produtivos, com estratégias claras e eficientes em um cenário altamente competitivo, que nos permite fortalecer nossa própria identidade dentro do ramo de laticínios. 

Localizada na região leiteira de Villa María (Córdoba), nossa fábrica industrial abrange 16.300 m2, equipada com tecnologia de ponta e processos certificados com os mais altos padrões de qualidade e segurança alimentar. 

 Chegamos ao mercado com um amplo mix de produtos, processando anualmente mais de 350 milhões de litros de leite, com capacidade instalada de 1.200.000 litros por dia. Nossos produtos, saudáveis e confiáveis, chegam com uma demanda crescente em todo o território nacional e via exportação para mais de 40 países. 

Estamos comprometidos com um desenvolvimento produtivo sustentável e ecológico, que não prejudique o equilíbrio ambiental, através de um bioprocesso moderno de lodo ativado para o excedente de resíduos que garante a proteção do meio ambiente. 

Nosso slogan, "Excelência em laticínios", não é uma mera declamação, mas um símbolo do que somos, uma expressão que encerra o espírito que nos move diariamente.

NOSSA HISTÓRIA

1994 | Funda-se na cidade de Villa Maria, Noal S.A., contando desde o princípio com uma moderna tecnologia e uma gama de produtos cuidadosamente elaborados, que rapidamente a tornaram competitiva no mercado nacional e internacional. O que permitiu uma bem sucedida evolução comercial. 1995 | Foi realizada a primeira exportação da Noal S.A. com destino ao Paraguai. 

1996 | Foram realizados importantes investimentos, conseguindo duplicar a capacidade produtiva da fábrica. 1997 | Os produtos Noal S.A. deu seus primeiros passos nos exigentes mercados Chileno e Mexicano. 

1998 | Em novembro, a empresa recebeu do governo do estado de Córdoba o “Prêmio de empresa pequena com maior volume exportado”, exaltando seu compromisso com a qualidade como leitmotiv. 

1999 | Em dezembro, a Noal S.A., alcançou a certificação ISSO 9001: 1994 no seu Sistema de Garantia na Certificação da Qualidade com o seguinte alcance: desenho, desenvolvimento, produção, comercialização e serviços de pós-venda de queijos duros, semiduros, moles e frescos; transformando-se na primeira pequena e média empresa de produtos de laticínios da Argentina a certificar toda sua linha de queijos. 

2000 | Segue o projeto de ampliação da capacidade produtiva da fábrica. 

2001  | Foram finalizadas as ampliações que permitiram aumentar a capacidade produtiva instalada de 400.000L/dia, em uma área coberta de 1800 m². Ao final de 2001 foram realizadas exportações aos exclusivos mercados dos EUA e do Canadá. 

2002 | Após levar a cabo com sucesso diversas auditorias para o negócio internacional, Noal foi habilitada a exportar para diversos destinos. Destacou-se em especial, dada a exigência da mesma, a auditoria realizada pela (Secretaria de Agricultura e Pecuária) do Chile. 

2003 | A Noal S.A. obteve a certificação do seu sistema de gestão de qualidade, de acordo com os requisitos da Norma ISO 9001:2000. 

2005 | Ao finalizar o ano brilhantemente, a Noal recebeu o “Prêmio ao volume exportado” outorgado pela Câmara de Comércio Exterior e em conjunto com o governo do estado de Córdoba. 

2006 | Começou a modernização da linha de recepção de leite e soro concentrado. Também começou o condicionamento das instalações, para cumprir com os requisitos de um programa HACCP. Instalou-se uma nova linha de embalagem com tecnologia de última geração. Em outubro, a empresa foi agraciada com o “Prêmio à Exportação Argentina”, outorgado pelo Ministério da Economia e Produção, patrocinado por Coface e imprensa Econômica. Em novembro, recebeu o Prêmio “Exportação” da A.E.R.C.A e em Dezembro, o Prêmio “ExportAr 2006”, na categoria “Consolidação em Mercados Internacionais”. Uma vez mais, alcançou a recertificação segundo a ISO 9001:2000 do Sistema de Gestão da Qualidade. 

2007 | NOAL S.A., automatizou-se a linha de modelagem para queijos semiduros e duros e se incorporou uma nova tecnologia para o processo da concentração de soro. Além do mais, foram finalizadas as obras de modernização da linha de recepção, como também as de ampliação e condicionamento das instalações iniciadas em 2006. 

2008 | Concretizou-se importantes negócios de exportação de AMF e Manteiga para uso industrial. Em dezembro a Noal S.A., foi agraciada com o Prêmio ExportAr na categoria “Abertura de Novos Mercados”. 

2009 | Foi alcançada a certificação, muito almejada a ISO 9001:2008, do Sistema de Gestão da Qualidade. Incorporou-se no processo produtivo um bactofuge para o tratamento inicial do leite. 

2010 | Neste ano foram planejadas melhoras em diversas áreas, tendo como objetivo duplicar a capacidade de armazenamento de queijos duros; incorporar uma linha automatizada de moldagem de queijos moles; incorporar uma linha de fabricação de mozarela e construir uma fábrica compacta para o tratamento dos efluentes líquidos. 

2011 | Inaugura-se a fábrica de tratamento de efluentes líquidos industriais. Em outubro, a Noal pôs em funcionamento a fábrica de barros ativados de fermentação aeróbica para o tratamento de seus efluentes. Um investimento de avançada tecnologia, além de cumprir com as regras ambientais vigentes, tem a vantagem de alcançar a depuração requerida em efluentes com um uso mínimo de terreno, diferenciando-se dos tradicionais sistemas de lagoas na indústria de laticínio. 

2012 | Inaugura-se uma nova linha para produção de mozarela: com capacidade de processamento de 2.300kg/h. Esta aquisição tem permitido processar 675 toneladas mensais do mesmo queijo, alcançando uma exportação de 2.000 toneladas. Foram construídas modernas Câmaras de maturação para queijos duros de 2.262 m³, com uma capacidade de 508 posições (pallets); e uma câmara para produtos terminados de 2.730 m³, para 704 posições. Continuando com o projeto de crescimento para os próximos anos, se planeja finalizar a construção de quatro câmaras de maturação. Amplia-se a capacidade de produção e instalação de uma linha automática de formas de queijo mole marca ALPMA de 2500 kg/h e está planejado a instalação de seis novos tanques duplos (0) piso plano, de 12.500 litros cada um. Inicia-se a construção de uma moderna fábrica de secagem para diferentes tipos de leite em pó e soro. 

2014 | Em maio, culmina-se o processo de gestão da segurança dos alimentos processados e obtém-se o reconhecimento oficial do programa HACCP, para todas as variedades de queijos, o que garante a produção e comercialização de produtos saudáveis e confiáveis, elaborados sob processos de validação mundial. A fábrica de secagem começa a operar totalmente, com uma capacidade instalada de 50 tn produto / dia e a produção de leite em pó integral; vitaminado integral; integral vitaminado instantâneo; desnatado e soro em pó parcialmente desmineralizado 40%. Além disso, sua expansão está prevista para a produção de fórmula infantil e soro desmineralizado 90%. Esta fábrica, totalmente automatizada, possui equipamentos de otimização de energia térmica e elétrica, sob padrões internacionais de qualidade e processo. 

2016 | O sistema HACCP é validado para toda a linha produzida na fábrica de secagem, o que amplia a garantia de segurança para todos os produtos de NOAL S.A.